Sábado, 3 de Março de 2018

ABACAXI PARA O ALMOÇO

As dificuldades que sentíramos aquando do jantar no dia em que chegámos a Luanda, voltariam a repetir-se no primeiro almoço, na segunda-feira, 2 de Março de 1970.

O rancho não estava a contar connosco e a solução, pela minha parte e de mais alguns camaradas de armas, passou por comprarmos um abacaxi, por “dôs quinhento” (2$50, vinte e cinco tostões para quem não conheça a forma de falar d preços em Angola). Como era portador de uma boa faca sevilhana, quem comprara numas das duas passagens pelo BC 8, de Elvas, e lá matámos a fome.

Sabíamos que tínhamos pela frente uma semana difícil e as primeiras horas não davam grandes perspectivas de boa estada.

Foi então que decidimos fazer uma incursão pela desconhecida cidade de Luanda à procura de algo que nos permitisse viver da melhor maneira os dias que faltavam para apanhar o machibombo que nos haveria de levar até uma estação do CFB lá para os lados do Huambo.

O almoço era tomado no quartel e logo que nos era permitido, por volta das duas da tarde, saíamos e só regressávamos à noite, depois de bem jantados, na Versalhes ou na Portugália.

Eu e o Francisco Duro conhecíamos um furriel, de seu nome Franklin, que residira em Setúbal e ali estudara, deslocando-se depois para Luanda, onde vivia com a família e onde fora incorporado no Exército. Foi este nosso amigo que nos apoiou na estada na sua cidade e nos deu várias peças de farda, o que nos fez um jeitaço, pois embora tivéssemos que ir ao quartel, no Luso (hoje Luena), de três em três dias, nunca tivemos a preocupação de fazer troca de fardamentos.

publicado por angolaleste às 11:19
link do post | favorito
Comentar:

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

.mais sobre mim

.Maio 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Estudante de direito elei...

. PGR investiga crimes de p...

. SPP aposta na investigaçã...

. Associação de antigos com...

. RECORDAR

. Universitários devem prod...

. De Luanda ao Dondo

. Reactivação do tráfego In...

. Transportação do minério ...

. ABACAXI PARA O ALMOÇO

.arquivos

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

.tags

. todas as tags

.pesquisar

.Visitantes

RSS